sexta-feira, 22 de abril de 2011

É tudo culpa dessa carência


Ei menina, pare de ser boba. Você e essa sua mania de aumentar as coisas. Desde quando um “oi” tem que ser acompanhado de um “senti sua falta”? Não, não é assim que as coisas funcionam. Por que está me olhando e sorrindo desse jeito? Ta vendo? Basta um simples e mínimo vestígio de atenção pra você se tornar pura euforia. Calma, abaixa um pouco a bola. Isso ainda pode acabar contigo. É sempre assim, você fecha os olhos e abre os braços disposta a abraçar o mundo e como recompensa você recebe uma porra de uma facada nas costas. Calma, não chora. É tudo culpa dessa carência que você tem dentro de si. Essa carência de um carinho, de um abraço apertado, de palavras ao pé do ouvido, de um olhar sincero e de um sorriso leve e verdadeiro. Essa carência infinita de coisas simples mas tão distantes. Calma, não precisa me abraçar assim não. Eu bem sei que tudo isso faz falta, mas é só pra você parar de ser boba. Por que nem tudo é o que parece, menina.


2 comentários:

Stéfane Souza disse...

Que texto lindo flor! Amei! <3

Passa lá?
http://sonhoseumdiario.blogspot.com/

Sααh Sousα' disse...

Obrigada pelo conselho *--* KK'
Realmente, só levo facadas, e das piores! rs'

http://changesl.blogspot.com/ ;D

;*

Postar um comentário