sábado, 23 de abril de 2011

Aquela frescura chamada amor



Chega a ser engraçado a confusão que eu sinto por causa desse tal de amor. Quer saber? Ta pra nascer sentimento mais fresco. Não se decide nunca. Vai ou não vai, quer ou não quer, ama ou não ama. Muda de opinião como quem pisca o olho. Não dá certo isso não. Olha aqui seu Amor, escuta bem, ta na hora de você tomar um rumo certo ou então eu, eu... Droga! Eu não posso fazer nada. Por que além de fresco você tem mais autonomia que eu. Esqueci que você resolveu aparecer por aqui sem avisar e sem pedir licença. Você sabia que eu estava mantendo distância dessas suas manias idiotas. Mas não... Achou bonito meu medo de amar. Achou bonito meu pânico só por pensar em te sentir um dia. Achou legal a opinião que tinha de ti e resolveu aparecer só pra provar que cada vírgula que eu acreditava estava totalmente errada. 
Resolveu se acomodar no meu peito, dentro daquele negocio que eu chamo de coração e fazer o que bem entender dele. Nem aluguel você paga e ainda acha que pode dizer quem eu amo ou quem eu deixo de amar. É mesmo um sentimento muito folgado. E pra piorar minha situação, ainda resolve amar alguém que não ta nem ai pra mim. Eu só acho, Amor, que você ta muito amargo e que ta na hora de você arrumar suas coisas e ir embora. Ou então trate de escolher outra pessoa pra eu amar. Por que a ultima... Você tava drogado quando escolheu, não foi? Não é nada pessoal, Amor. É só que eu tava querendo um tempo sozinha. Na verdade, eu quero mesmo é o meu coração vago pra a Felicidade vim me fazer uma visita. Ela se recusou a aparecer por aqui enquanto você ainda estiver ocupando esse lugar e teimando em amar aquela pessoa. Eu sei que vocês geralmente fazem uma bela dupla, mas ela disse que você errou mais uma vez. Pisou na bola feio em não avisa-la que tava de mudança para o meu coração e resolveu tomar todas as decisões sozinho. Então amor, eu só quero te avisar que entre as suas frescuras e as frescuras da Felicidade, eu escolho a segunda. Talvez, quando você fizer as pazes com a Felicidade, aí a gente conversa melhor e se entenda. Mas agora não. Cansei de você, Amor. 


3 comentários:

marinavinhas ;* disse...

amei amei amei *-* que texto lindo!

Vitóriα Lisboα. disse...

"Na verdade, eu quero mesmo é o meu coração vago pra a Felicidade vim me fazer uma visita" poha amiga, você é foda!

Alice Dantas disse...

texxxxxxxxxxto lindo, blog lindo. parabéns flô!
seguindo aqi. passa por aqi tb? http://meumundo-cruel.blogspot.com/ Bjs :*

Postar um comentário